Arquivo | Risottos RSS feed for this section

Risoto de maminha com mostarda em grãos e burrata de búfala

12 abr

Na semana passada, a preguiça tomou conta do corpo, e ir ao supermercado não era uma opção. A criatividade já estava acabando quando meu querido pai deixou lá em casa a maminha que sobrou do churrasco… os olhos brilhavam, e a fome pedia um risoto com aquela carne com gostinho de churrasco.

Aproveitamos o pedaço do queijo burrata de búfala e a mostarda Dijon em grãos, e voilà, o risoto ficou maravilhoso.

Ingredientes para 4 pessoas:
2 xícaras de arroz arbóreo Granjeiro;
300 g de maminha já assada e cortada em cubos;
100 g de burrata de búfala;
1 cebola roxa;
1 lata de tomate pelado picado;
2 colheres de sopa de mostarda em grãos;
2 dentes de alho picado;
½ copo de vinho branco (70 ml);
½ copo de vinagre balsâmico (70 ml);
Sal a gosto;
2 colheres de sopa de manteiga;
Azeite de oliva;
Pimenta preta.

Modo de preparo:

Refogue a carne em pedaços, a cebola em rodelas e o alho picado. Junte as duas colheres de mostarda. Acrescente o tomate e deixe reduzir o molho. Refogue o arroz arbóreo nessa mistura por cerca de 3 minutos; misture o vinho tinto e deixe evaporar o álcool por mais 3 minutos, sempre mexendo. Vá aos poucos acrescentando água e o vinagre, de forma intercalada, até que o arroz fique cozido. Ajuste o sal.

Quando o arroz estiver secando e quase no ponto, coloque os pedaços de burrata, mexendo sempre.

Sirva com pimenta preta e azeite de oliva extravirgem. Ficou muito gostoso, a Bruna e a Ju foram as testers da vez e adoraram!!

Carreteiro com cogumelos e arroz parboilizado

6 mar

Para o início de semana, vou mostrar um prato feito com as sobras de um churrasquinho para dois. O toque especial ficou por conta do cogumelo e do arroz parboilizado da Granjeiro, lançamento no mercado nacional que o Tem Que Provar mostra antes para vocês!

A Granjeiro trouxe uma tecnologia da Itália que deixa o arroz parboilizado com a cor e o gosto mais parecidos com as propriedades do arroz branco, mantendo, no entanto, todas as propriedades do parboilizado. Aprovamos na hora, e como minha nutricionista prefere que eu coma o parboilizado ou integral, lá em casa ele virou o carro-chefe.

Ingredientes para 2 pessoas:
250 g de carne cortada em pedaços pequenos;
150 g de cogumelos frescos;
1 xícara de arroz parboilizado da Granjeiro;
1 cebola cortada em rodelas;
1 lata de tomate pelado;
2 xícaras de água;
½ taça de vinho tinto;
½ copo de suco de laranja,
Sal a gosto;
Azeite de oliva; e
Pimenta preta.

Modo de preparo:

Corte a carne em pedaços e reserve junto com a cebola e o alho. Esquente a panela com óleo e refogue a cebola e o alho; adicione a carne. Caso você tenha somente a carne crua, tempere com shoyu, azeite, alecrim, pimenta preta e sal e refogue os pedacinhos depois da cebola por cerca de 10 minutos, ou até que fiquem cozidos.

Acrescente o cogumelo cortado, deixe refogando por mais uns 3 minutos e adicione o arroz, deixando na panela por uns 2 minutos. Aos poucos, coloque a taça de vinho, mexendo até o álcool evaporar.
Adicione o suco de laranja e os dois copos de água, deixe o arroz cozinhar e, aos poucos, mexa, para evitar que grude no fundo da panela. Ajuste o tempero. Normalmente demora cerca de 20 a 25 minutos, dependendo da intensidade da chama. Se preferir um molho mais espesso, adicione molho de tomate, de preferência um molho mais natural, como La Fiumannte ou De Cecco.

Quando o arroz estiver no ponto, deixe secar por 5 minutos com a panela tampada.

Sirva com queijo parmesão ralado de preferência na hora e azeite de oliva; eu ainda acrescentei pimenta peperoncino, ficou delicioso!!

Ragu de ossobuco e risoto a la milanese

28 fev

Depois de pesquisar algumas receitas desse prato, resolvi arriscar e misturar a receita original com a receita de carne de panela do meu pai, que, como vocês já leram, é um cozinheiro de mão cheia.

Aproveitamos a ocasião para fazer um jantar para matar a saudade dos nossos dindos Dea e Tiago e para convidar o casal Dani e Marcelo para serem também nossos padrinhos de casamento. O ragu é um prato demorado, por isso sugiro que seja feito no final de semana, quando temos mais tempo Nesse caso, o jantar era segunda, mas comecei o preparo dele no domingo, para deixar a carne bem macia.

Como entrada, servimos uma saladinha de alface e tomate cereja em porções individuais; como acompanhamento, o risoto a la milanese; de sobremesa optamos pelo brownie da Ganache, já postado aqui.

 

Ingredientes para o ragu de ossobuco:

800 g de carne de ossobuco;

2 latas de tomate pelado;

2 cenouras picadas;

1 taça de vinho tinto seco;

1 copo de suco de laranja;

2 dentes de alho bem picadinhos;

1 cebola média;

100 ml de molho de tomate;

Orégano;

Sal;

Pimenta Preta; e

Azeite de oliva.

 

Ingredientes para o risoto a la milanese:

2 xícaras de arroz arbóreo Granjeiro;

1 cebola pequena picada;

1 taça de vinho branco seco;

500 ml de caldo de carne;

2 envelopes (100 g) de azafran;

2 colheres de sopa de manteiga; e

Sal a gosto.

 

Modo de preparo do ossobuco:

Corte o ossobuco em pedaços e tempere com sal e pimenta preta. Em uma panela grande e funda, refogue a cebola e o alho por alguns minutos; adicione a cenoura e depois a carne, e deixe refogando por uns cinco minutos. Acrescente o tomate pelado e deixe cozinhando por mais dez minutos. Aos poucos, adicione o vinho tinto, o molho de tomate e o suco de laranja, deixando reduzir até formar um molho espesso. Esse cozimento deve acontecer em no mínimo 1h30 a 2h, para que a carne fique bem macia Caso seja necessário, adicione mais molho de tomate. Tempere como o orégano e ajuste o sal.

Depois de a carne estar macia, corte em pedaços pequenos. A cenoura já terá quase desmanchado, e, com o molho bem espesso, você terá um delicioso ragu de ossobuco.

Modo de preparo do risoto:

Em uma panela, refogue a cebola e depois adicione o arroz arbóreo; deixe refogar por cerca de dois minutos. Em seguida, coloque o vinho branco; o álcool evaporará, ficando somente o sabor da bebida. Vá acrescentando aos poucos o caldo de carne, sempre mexendo o risoto, para não grudar no fundo. Quando o risoto estiver no ponto, desligue o fogo e adicione o azafran e duas colheres de sopa de manteiga, para dar o brilho no arroz.

O amarelo-escuro do risoto será um contraste lindo no prato, ao ser servido com o ragu. E a combinação de sabores é deliciosa!

Servimos todos em porções individuais, e, para a felicidade da cozinheira aqui, não sobrou nada para contar a história!!

 

Risoto de filé de porco e vinho tinto

16 jan

Risoto de filé de porco

Para o início de semana, vou mostrar um prato feito com um pedaço de filé de porco congelado que fizemos um tempo atrás no forno com alecrim e pimenta preta; sobrou um pouco, mas o pedaço não dava para duas pessoas, então pensamos em um aproveitamento que rendesse mais: um risoto.

Sob o olhar curioso e com fome do Lou, fizemos um risoto com o filé de porco e vinho tinto, que já seria a bebida do jantar. Ficou surpreendente e delicioso. Não sobrou nadinha para contar a história.

Ingredientes para 2 pessoas:

250 g de filé de porco cortado em pedaços pequenos;
150 g de champignon;
1 xícara de arroz arbóreo;
50 g de burrata ou mozarela de búfala;
1 cebola;
2 xícaras de água;
1 caldo de carne;
1 taça de vinho tinto;
Sal a gosto;
2 colheres de sopa de manteiga;
Azeite de oliva; e
Pimenta preta.

Modo de preparo:

Corte o filé em pedaços e a cebola em rodelas. Esquente a panela com uma colher de manteiga e três de azeite de oliva, refogue a cebola e depois adicione o porco. Caso você tenha somente o filé cru, tempere com shoyu, azeite, alecrim, pimenta preta e sal e refogue os pedacinhos depois da cebola por cerca de 10 minutos ou até que ele fique cozido.

Em preparação

Acrescente o arroz e deixe na panela por uns 2 minutos. Coloque aos poucos a taça de vinho, mexendo e deixando o álcool evaporar. Adicione os champignons e coloque o caldo de carne e mais uma concha de água. Vá mexendo e derramando a água aos poucos, até que o risoto fique quase no ponto. Normalmente demora cerca de 20 a 25 minutos, dependendo do fogão.

Quando o arroz estiver secando e já no ponto, coloque os pedaços de burrata, ajuste o sal e a pimenta. Coloque a outra colher de manteiga, para deixar o brilho no risoto. Deixe secar por 5 minutos.
Sirva com queijo parmesão ralado, de preferência na hora, e azeite de oliva. Eu ainda acrescentei pimenta de bico, ficou delicioso!!

Delícia

Risoto de amora com queijo brie e Champagne – Amigo do Tem Que Provar – Melissa Xavier

5 jan

Risoto de Amora com queijo brie e champagne

Cumprindo a promessa de ontem, tem dobradinha da coluna Amigos do Tem Que Provar com a Mel Xavier. Hoje a receita é o risoto de amora com queijo brie e champagne, chiquérrimo e muito gostoso.

Ótimo para ser servido com carnes vermelhas, o prato impressiona qualquer convidado. Anote aí:

Ingredientes:

1 xícara de arroz arbório;
200 g de amora;
150 g de queijo brie de boa qualidade;
1/2 cebola picada;
3/4 de xícara de champagne;
sal à gosto e
amêndoas para decorar

Modo de Preparo:

amoras

Lave bem as amoras e reserve, pique a cebola e coloque para refogar por cerca de quatro minutos. Acrescente o arroz, refogue por mais dois minutos e derrame o champagne, deixando cozinhar por mais uns 8 minutos, deixando que o alcool evapore.

em preparação

Após, verifique a necessidade de colocar mais água para o cozimento do arroz, normalmente o risoto leva em torno de 20 minutos para ficar pronto. Adicione as amoras, mexa até que o risoto fique colorido, depois coloque o queijo brie e misture bem.

Desligue o fogo, sirva com azeite de oliva e amêndoas para decorar. É sensacional!!

divino