Tag Archives: azeite de oliva

Azeite Filippo Berio em Spray!!

24 jan

filippo berio

Hoje resolvi trazer uma dica de praticidade e sabor: o azeite extra virgemem spray da Filippo Berio.

Achei ele no free shop da Neutral no Chuy, e é claro que não pude deixar de trazer e mais nao achei caro, custava U$ 5.50, cerca de R$ 10,00.

Super prático para temperar saladas euntar frigideiras ou formas, já que na forma de spray há economia do produto. A embalagem é de 200 ml, então não tem armário que não caiba!

A notícia é que ainda não achei nos supermercados, então se alguem souber, manda email para o blog !

Anúncios

Azeite de oliva – o toque final!!

8 out

Azeite de Oliva

Vocês sabem a minha adoração por azeite de oliva. Em casa, pode faltar tudo, até aspargos, mas nunca azeite de oliva. É o toque final de qualquer prato, e, além de deixar a comida uma delícia, faz superbem para a saúde.

O azeite é usado como tempero; produzido das azeitonas, fruto das oliveiras, é um alimento antigo, clássico da culinária contemporânea, obrigatório na dieta mediterrânea e presente na maioria dos pratos de hoje.

Oliveiras

Classifica-se o azeite segundo seu processo de produção, da seguinte forma:

• Azeite de oliva virgem: obtido por processos mecânicos. Dependendo da acidez do produto obtido, esse azeite pode ser classificado como sendo do tipo extra, virgem ou comum. O azeite virgem apresenta acidez máxima de 2%.

• Azeite de oliva refinado: produzido pela refinação do azeite virgem, que apresenta alta acidez e incidência de defeitos a serem eliminados na refinação. Pode ser misturado com o azeite virgem.

• Azeite extravirgem: não pode passar de 0,8% de acidez, nem apresentar defeitos. Para a saúde, o ideal é que a acidez seja no máximo de 0,5%.

• Azeite de oliva comum: é obtido da mistura do azeite inadequado ao consumo, reciclado por meio de processos físico-químicos, com azeite virgem e extravirgem.

Azeite - tempero mágico

O azeite de oliva possui várias substâncias benéficas à saúde. Ele pode reduzir a quantidade de LDL (conhecido como mau colesterol), devido a sua grande quantidade de gordura monoinsaturada ‒ essa gordura não se transforma em colesterol, reduzindo o risco de infarto ou AVC.

Outro fator importante para a saúde é que o azeite é rico em polifenóis, que reduzem a formação de radicais livres, que são responsáveis pelo envelhecimento e por doenças degenerativas, como o câncer.

Então, gente, quando forem ao supermercado comprar um azeite de oliva, lembrem: comprem um extravirgem, com acidez de no máximo 0,5% (essa informação normalmente está na frente do rótulo).

Para mim, os melhores azeites são os de sabor mais acentuado, mais forte, e nisso os italianos são invencíveis, especialmente os da região Toscana ou da Sicília. Se você preferir sabores mais suaves, procure por azeites portugueses ou espanhóis.

Aqui em Porto Alegre, é possível encontrarmos marcas como a Andorinha Vintage ou La Violetera Vintage, que são excepcionais. Outro azeite muito bom e bem acessível é o Frantino, mas busquem pela linha gourmet.

Andorinha Extra Virgem

Como dicas para compras, indico o Zaffari ou o Nacional da Praça da Encol; em matéria de lojas especializadas, indico a La Gourmandise ou o Armazém 196 da Padre Chagas. Aproveite e já saia de lá com um presunto cru e um queijo brie… delícia! Se souberem de outros lugares ou mais dicas de azeite, compartilhem conosco!!

* as imagens desse post não são de autoria do http://www.temqueprovar.com e foram tiradas da internet.